#oquetárolando


Clube54

Estudo de marca para Bella´s Confeitaria


Clube54

Estudo de marca para a personal organizer Graziela Villanova

em progresso: #branding #escalabilidade #strategy


Corrida & Caminhada LixoZero São Paulo

Corrida & Caminhada LixoZero São Paulo

Baseado no Plogging, uma modalidade de corrida com pegar o lixo pelo caminho, inventado na Suécia, a prática se espalhou por diversos países.
Faremos esta atividade para chamar atenção dos frequentadores do Parque Ibirapuera sobre os impactos do lixo e a importância do descarte

leia mais...


Projetista

Projeto em fase conceitual apresentado ao Instituto da Criança.

Projetista, o jogo!

Inspirado no jogo Detetive, o Projetista deverá percorrer o tabuleiro por todas as áreas ou departamentos de projeto recebendo dicas importantes para confeccionar o seu próprio projeto a partir de uma temática definida no início do jogo. Vence o jogador que após percorrer todos os departamentos, chegar no tabuleiro a área de inscrição com o projeto completo! O objetivo do jogo é representar um simulador das etapas de criação, construção e inscrição de um projeto.

leia mais...

proposta: #jogodetabuleiro


Clube54

Clube 54, o seu guia para comer bem em qualquer lugar do mundo!

ao clicar, abrirá uma nova janela e você será direcionado para o site do projeto!

em progresso: #branding #escalabilidade #strategy


Captação de recurso para estúdio de animação itinerante

O projeto DE CRIANÇA PARA CRIANÇA (www.decriancaparacrianca.com.br) é uma plataforma que tem como principal objetivo dar voz às crianças, transformando a produção cultural e artística em desenho animado, ou seja, as crianças participam da construção de um episódio, criando a história, pensando nas mais diversas temáticas, escrevendo o roteiro, desenhando, fazendo a locução narrativa e utilizando a tecnologia.

leia mais...

em progresso: #estratégia #cultura #educação #animação


apmlegal

apmlegal.com.br, cuidando bem do dinheiro da nossa escola.

ao clicar, abrirá uma nova janela e você será direcionado para o site do projeto!


rep

Royal Extreme Park, o skate park mais radical de Campinas!

ao clicar, abrirá uma nova janela e você será direcionado para o site do projeto!

em progresso: #branding #escalabilidade #strategy


Upcycling

Banco de madeir projetado a partir de madeira nobre descartada.

Upcycling

O Upcycling, também conhecido como reutilização criativa, é o processo de transformação subprodutos, resíduos, produtos inúteis ou indesejados em novos materiais ou produtos de melhor qualidade ou com maior valor ambiental.

leia mais...

projetado: #upcycling #design #mobiliário


Fórum Internacional de Educação

A proposta destes Fóruns é pensar em novas ferramentas para transformar a Educação.

leia mais...

edição 2018: #educação #design


#sobre

A DBAR nasceu em maio de 2018, e representa um novo ciclo: uma empresa recém nascida que conta com uma equipe com mais de 20 anos de experiência em design, na criação e gestão de marcas, no desenho de estratégias e na elaboração e execução de projetos inéditos de alcance internacional.

Já fazem parte do portfolio da empresa um Fórum Internacional de Educação, o projeto de captação de recurso pela lei de incentivo audiovisual para um estúdio de animação itinerante para crianças, o desenho estratégico para escalabilidade de uma empresa de esportes radicais, a elaboração de uma franquia de laboratórios de criatividade.

leia mais...


#serviços

BRANDING | Gestão de Marca

O Branding traduz o que uma marca quer dizer ao mundo....qual a sua mensagem, o seu significado, o seu fundamental valor através da concepção e materialização do logotipo e da identidade visual, da produção e orientação do uso das ferramentas de comunicação com pessoas e empresas ao desenho estratégico das ações das marketing.


DESIGN | Gráfico, Editorial e Digital

O desenho é um compromisso ético com a marca, tanto na forma quanto na estética, assim, o desenho é a linguagem de diálogo entre a marca e o seu bioma sócio-corporativo.


EVENTOS | Projetos de formação humana

Fóruns, congressos, seminários, palestras a dinâmicas vivenciais mais complexas com foco no desenvolvimento das habilidades cognitivas e/ou nas ações práticas do cotidiano.

ESTRATÉGIA | Corporativa e Social

Desde o desenho estratégico para startups: pitch, business plan, matriz lógica, de marketing, de competitividade à projetos especiais dedicados aos setores de alicerce social - Educação, Arte e Cultura. Este serviço foca desde a captação de recursos para projetos à realização de ações de impacto social significativo e transformador à comunidade.


MAKER | Introdução à cultura criativa

A cultura criativa é o caminho do desbloqueio de pré-conceitos e da formação de cada indivíduo como agente colaborativo de um novo cenário local e por consequência global. Na ação maker, os participantes serão exigidos ao desafio de transpor o limite do entendimento de mundo, expandindo a consciência para desenvolver e aprimorar conceitos fundamentais relacionados à autonomia, respeito, sustentabilidade além pensar e agir de forma criativa em seu contexto de vida.

Esta ação acontece através de oficinas de criatividade dentro de escolas, empresas e instituições dos mais diversos segmentos.


portfolio no Instagram

dbar.livejournal

Sugestão de leitura: Carta de intenções do projeto para uma nova escola


Conecte-se ao hub | Connect to the hub


Fórum Internacional de Educação

A proposta destes Fóruns é pensar em novas ferramentas para transformar a Educação.

Articulando o nível nacional e local; a unidade e a diversidade; buscamos fomentar a construção de uma relação entre microprojetos municipais e macropolíticas nacionais, com forte valorização da democracia participativa e da experimentação pedagógica.

A democracia é um sistema de governança, que se insere em diferentes níveis. Mas, pensada no contexto educativo ela é muito mais que isso; é uma forma de viver em conjunto e de se relacionar com os outros, um modo de vida e uma expressão de subjetividade fundamental para organizar a escola na sociedade pós-moderna.

Mas como fazer a prática democrática se enraizar no cotidiano educativo? Quais experiências de microprojetos locais e experimentalismo democrático estamos empreendendo no Brasil? Como as políticas públicas de Educação Infantil podem apoiar os microprojetos locais de experimentalismo democrático?

Essas são algumas das provocações propostas por esses Fóruns.

Os estudos de Peter Moss sobre a prática democrática, bem como, a experiência Educativa de Reggio Emilia, referência mundial em Educação para a Infância sempre enfatizaram a democracia e a experimentação como valores centrais. Tais ideias vêm inspirando inúmeros trabalhos e apoiado transformações cotidianas na escola.

A experimentação como valor é compreendida aqui como trazer algo novo à vida, quer seja um pensamento, um conhecimento, um projeto, um serviço ou um produto tangível. Ela expressa uma disponibilidade – um desejo, na realidade – de inventar, de pensar diferente, de imaginar e de experimentar maneiras alternativas de fazer as coisas. Ela é motivada pelo desejo de ir além do que já existe, de aventurar-se em direção ao desconhecido e de não ser limitado pelo dado, pelo familiar, pelo pré-determinado, pela norma ( MOSS, 2016).

Tendo o experimentalismo democrático como temática central, as conferências, comunicações e mostras de trabalhos propostas para esse encontro têm foco na articulação teoria e prática e em projetos educativos permeados por valores da participação, da ética e da dignidade humana.

Cada temática, de modo singular e reflexivo, pretende oferecer uma contribuição para a compreensão dos processos de experimentação democrática, ajudando-nos a pensá-la como fundamento de um projeto educativo inspirado na pedagogia da relação e da escuta.
Uma educação democrática exige um papel ativo do estado, do município e da escola; um relacionamento de apoio mútuo.

Assim o convite que os fóruns abrem é para pensarmos um projeto educativo renovado e mais conectado com os anseios das crianças, dos educadores, das famílias e das comunidades de hoje.


Captação de recurso para estúdio de animação itinerante

O projeto DE CRIANÇA PARA CRIANÇA (www.decriancaparacrianca.com.br) é uma plataforma que tem como principal objetivo dar voz às crianças, transformando a produção cultural e artística em desenho animado, ou seja, as crianças participam da construção de um episódio, criando a história, pensando nas mais diversas temáticas, escrevendo o roteiro, desenhando, fazendo a locução narrativa e utilizando a tecnologia.

Nesta versão itinerante, o projeto já conta com um ônibus biarticulado que promoverá oficinas lúdicas de aprendizagem e está estimado a produção de 100 episódios de animação de 2 minutos, com foco educacional vinculado aos valores da marca patrocinadora, passando por no mínimo 100 municípios em cada um dos 27 estados brasileiros e levando para a comunidade local a implantação de um programa multimodal de educação.

A proposta é contemplar o máximo possível de crianças de cada localidade e que atenda a faixa etária entre 4 e 12 anos. Como o programa é inclusivo e as atividades direcionadas a turma de até 30 crianças por atividade, mais do que respeitarmos os percentuais para crianças com deficiência ou mobilidade reduzida, vamos buscar atender preferencialmente esse público.

Como base para a correta aplicação de conceitos educacionais, utilizamos a recente versão apresentada pelo Ministério da Educação (MEC) da BNCC (Base Nacional Comum Curricular) para a educação infantil e do ensino fundamental, que compreende toda a faixa etária que iremos trabalhar nas comunidades dos municípios visitados.

A base da Metodologia aplicada no “De Criança Para Criança” tem como alicerces a educação integral, formação global e competências.

Ao final dessa temporada pelo Brasil, o projeto envolverá mais de 50.000 pessoas, entre crianças e adultos, além de passar por um incontável número de municípios em todo o percurso.


Upcycling

Banco de madeira projetado por Daniel Barone, a partir de madeira nobre descartada.

Upcycling

O Upcycling, também conhecido como reutilização criativa, é o processo de transformação subprodutos, resíduos, produtos inúteis ou indesejados em novos materiais ou produtos de melhor qualidade ou com maior valor ambiental.

Upcycling

Mesa feita de madeira nobre encontrada em ferro velho.

História

O primeiro registro de uso do termo upcycling foi por Reine Pilz da Pilz GmbH, em entrevista para Kay Thornton da Salvo, 1994.

"Reciclagem", disse, "Eu chamo isso de downcycling. Eles quebram tijolos, concreto, eles quebram tudo. O que precisamos é de upcycling, onde é dado mais valor aos produtos antigos e não menos". Ele se desespera com a situação alemã e lembra o fornecimento de uma grande quantidade de blocos de madeira recuperada de um fornecedor inglês para um contrato em Nuremberg, enquanto apenas abaixo da estrada uma carga de blocos semelhante foi desmantelada. "Em estradas próximas estava o resultado da reciclagem de resíduos de demolição dos alemães. Era um amontoado rosado de tijolo artesanal, azulejos antigos e peças antigas de utilidade misturados com concreto esmagado. É este o futuro da Europa?"

O termo upcycling também foi usado por William McDonough e Michael Braungart em seu livro Cradle to Cradle: Remaking the Way We Make Things, de 2002. Eles afirmam que o objetivo do upcycling é evitar desperdício de materiais potencialmente úteis, fazendo uso dos já existentes. Isso reduz o consumo de novas matérias-primas durante a criação de novos produtos. Reduzir o uso de novas matérias-primas pode resultar em uma redução do consumo de energia, poluição do ar, poluição da água e até as emissões de gases de efeito estufa.

Upcycling é o oposto do downcycling, que é a outra metade do processo da reciclagem. Downcycling envolve a conversão de materiais e produtos em novos materiais de menor qualidade.

Por exemplo, durante o processo de reciclagem de plástico, exceto os usados para criar garrafas, diversos tipos de plásticos são misturados entre si, resultando em um híbrido. Este híbrido é usado em aplicações de madeira plástica.

O crescimento de utilização do processo de upcycling deve-se à sua atual aceitação comercial e os custos reduzidos de materiais reutilizados.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Upcycling

Upcycling

Cadeira projetada por Daniel Barone a partir de madeira nobre descartada.


Projetista

Projeto em fase conceitual apresentado ao Instituto da Criança.

Projetista, o jogo!

Inspirado no jogo Detetive, o Projetista deverá percorrer o tabuleiro por todas as áreas ou departamentos de projeto recebendo dicas importantes para confeccionar o seu próprio projeto a partir de uma temática definida no início do jogo. Vence o jogador que após percorrer todos os departamentos, chegar no tabuleiro a área de inscrição com o projeto completo! O objetivo do jogo é representar um simulador das etapas de criação, construção e inscrição de um projeto.

O que comanda a evolução do jogo

Os jogadores sairão da área central do tabuleiro com um tema definido previamente pelo grupo formador, e deverão percorrer todos os departamentos buscando informações para conseguir construir o projeto. Nos departamentos, as cartas apresentarão estas informações e o grupo formador terá a oportunidade de discutir cada informação de forma instrutiva, entendendo que mesmo com a competitividade, o objetivo geral é fazer com que todos os participantes aprimorem a habilidade de construir um projeto. Cada rodada portanto, poderá levar alguns minutos, representando o tempo necessário para o jogador preencher a ficha de projeto. Além disso, cada jogador poderá optar por ficar mais de uma rodada em um departamento, o que dá o direito de explorar mais de uma carta, permitindo assim que cada participante explore com mais detalhes suas principais dificuldades ou dúvidas em construir um projeto.

Projetista

Cada jogador lança o dado e inicia a partida quem tirar o maior número. Caso haja empate, os jogadores que empataram jogam o dado novamente até aparecer um vencedor. Isto vale para todas as posições classificatórias.
Por ordem decrescente do valor tirado no dado, os demais jogadores aguardam a vez para iniciar. Cada jogador na sua vez joga o dado e caminha o número de casas em direção ao departamento de interesse inicial. Após completar a sua ficha de projeto referente ao departamento, o jogador caminha para o departamento seguinte utilizando a mesma dinâmica com o dado até passar por todos os departamentos, preencher toda ficha de projeto e caminhar para o último departamento de licitação onde submeterá o seu projeto para análise.

Projetista

**Corrida & Caminhada LixoZero São Paulo**

Corrida & Caminhada LixoZero São Paulo

Baseado no Plogging, uma modalidade de corrida com pegar o lixo pelo caminho, inventado na Suécia, a prática se espalhou por diversos países.
Faremos esta atividade para chamar atenção dos frequentadores do Parque Ibirapuera sobre os impactos do lixo e a importância do descarte

Cidadão Zero Lixo, um agente ambiental de mudança
Corredores treinam com frequência nos parques e ruas da cidade de São Paulo e poderão ser os multiplicadores da educação ambiental com o foco na gestão correta do lixo que é gerado pela população.

A Semana LixoZero São Paulo convida a todos atletas profissinais, amadores, pessoas que praticam caminhada e aqueles que se identificam com a causa, a participar da 1ª Corrida & Caminhada LixoZero (Plogging).


Sobre a DBAR

A DBAR nasceu em maio de 2018, e representa um novo ciclo: uma empresa recém nascida que conta com uma equipe com mais de 20 anos de experiência em design, na criação e gestão de marcas, no desenho de estratégias e na elaboração e execução de projetos inéditos de alcance internacional.

Já fazem parte do portfolio da empresa um Fórum Internacional de Educação, o projeto de captação de recurso pela lei de incentivo audiovisual para um estúdio de animação itinerante para crianças, o desenho estratégico para escalabilidade de uma empresa de esportes radicais, a elaboração de uma franquia de laboratórios de criatividade.

Porque um Hub de Estratégia de Marca

Um dos princípios desse escritório de design é acreditar que uma das principais ferramentas de crescimento de uma marca está no seu relacionamento, ou seja, na maneira como uma empresa cria o seu bioma corporativo. A DBAR funciona então como um hub, um ponto facilitador de conexão corporativa para alavancar o desenvolvimento de cada marca.

Como isso acontece

Com um bom desenho estratégico: projetar aplicando metodologias engenhosas para atingir um objetivo, em um processo colaborativo e co-criativo, dando representatividade a todas as partes interessadas.

Toda marca nasce para gerar algum valor e impactar em uma comunidade local ou a comunidade global. Do ponto de partida - de uma necessidade ou problema - até chegar ao resultado existe um percurso de trabalho sério, estruturado e que contempla a análise do mercado, o marketing, a engenharia, validação de modelos lógicos e o uso de diversas ferramentas a favor do design para que a DBAR cumpra o seu papel de contribuir para que cada marca atinja o seu propósito.

Experiência da Equipe

AçõesPeríodo
Vivência projetual+20 anos
Projetos de grande porte+10
Projetos para a iniciativa pública+10
Projetos para a iniciativa privada+10
Eventos nacionais+10
Eventos internacionais4
Projetos Nacionais+20
Projetos internacionais2
Projeto com maior tempo de duração8 anos
Principal área de desenvolvimento Educação
Organização de publicações+200
Marcas criadas+20
Workshops+10